Thursday, 23 December 2010

Desconstrutivo

Monóxido de carbono primaveril,
Corpos femininos suando pelas calçadas embrulhados em tecidos decorativos;
Imersa contempla a ação inesitante subjacente.

Toque aqui!

Texto de Dennis Zagha Bluwol sob inspiração impulsiva
do som de Saulo Alencastre. Aperte o play abaixo e leia ouvindo!

Toque aqui
Onde teu toque recusa-se.
Do amor possível
É esta a paz possível.

Escárnio
De urbana alma
Floresce. Frutifica.
Exalta o pó contido
No nó de existir opaco.


Vermesdoconcreto by sauloalencastre